Inicial Imóveis para Venda Imóveis para Locação Contato A Empresa Vender / Alugar meu Imóvel Pesquisa Completa Financiamento Notícias Links Úteis Cadastro de Clientes Deixe seu Imóvel Conosco! Documentação em geral Faça parte de nossa equipe! Imóvel Bom e Barato Morar(Alugar) ou Investir(Comprar) O que é coronavírus? (COVID-19) Personalize o tipo de imóvel que deseja Oportunidade de Negócio! Investir em Imóveis
 11 5939-7727 | 11 95762-2368  Rua Roraima, 110, Cidade Dutra São Paulo SP
Tradução  

Sítio / Chácara para Venda, São Paulo / SPbairro Cipó, 2 dormitórios, 1 suíte, 3 banheiros, 15 vagas de garagens, área total 119000 m²


  • 2 Dormitórios
  • 1 Suítes
  • 3 Banheiros
  • 15 Vagas
  • Área Total 119000

R$ 450.000,00


Compartilhar:
Código: 00016
Bairro: Cipó
Zona: Sul
Área Total: 119000 m²
Dormitórios: 2
Suíte: 1
Banheiros: 3
Vagas: 15

Fale agora Conosco

Descrição do Imóvel

​Lindo Sítio no Cipó - Zona Sul SP
Distrito de Parelheiros
Área: 119.362m²
Perfeito para seus finais de semana, maravilhoso para eventos e ótimo para quem procura tranquilidade.

O sitio possui 2 casas , mais as dependências de serviços.
Casa1 possui: 1 suite, 1 quarto, três salas, um mezanino de escritório, 
1 cozinha , 1 lavabo e um banheiro.
Casa2 possui: 1 quarto, 1 sala, 1 cozinha, 1 banheiro e dispensa.
Fácil acesso pra chegar, espaço para diversos carros.

Valor R$: 450 mil
TEM ESCRITURA REGISTRADA

Vamos Agendar uma visita!
SOMENTE COM CORRETOR
TM NEGÓCIOS IMOBILIÁRIO
11 5939-7727
11 2768-8185
 

Vídeo



Observações



Cipó-Guaçu é um distrito do município de Embu-Guaçu. Distante cerca de 7 km do centro, é o maior e mais importante distrito do município.

A história de Cipó-Guaçu, começa com a chegada de imigrantes alemães ao Brasil no ano de 1829. Vindos a partir da promessa do então imperador do Brasil D. Pedro I, de ceder aos imigrantes terras para o manejo e cultivo, subsídios e instrumentos de trabalho (ferramentas, sementes, gado, material de construção), para iniciarem novas vidas em território brasileiro.

Após desembarcarem dos navios, foram enviados para trabalhar temporariamente em fazendas no antigo município de Santo Amaro (atualmente zona sul do município de São Paulo e outras cidades do sudoeste da região metropolitana). Após muita espera e contratempos receberam as terras prometidas, mas a realidade não foi a esperada. Foram alojados em territórios afastados, em meio a Mata Atlântica fechada, onde derrubaram à machado para iniciar seus cultivos. Neste período, tamanha era a dificuldade, que até mesmo as mulheres ajudavam no trabalho pesado. Isto se deu por exigência dos fazendeiros escravocratas de Santo Amaro, que temiam rebeliões e não os queriam próximo aos seus escravos.

As terras onde hoje está localizado o distrito de Cipó-Guaçu e o extremo sul da capital paulista, foram cedidas a família de imigrantes alemães Schunck, em 1860. Seu principal colonizador foi Heinrich Schunck (nascido em 24/06/1776 em Lauterecken - KurPfalz / Rheineland Palatinate - Alemanha), vindo com sua esposa M. Katharina Schorg e seus 6 filhos: Elisabeth, Margaretha, Heinrich(Henrique II), Philippina, Juliana e Pedro. A família tinha por tradição registrar seu primeiro filho homem com o nome de Henrique, e assim se manteve até a quinta geração no Brasil.

Seu filho Heinrich(Henrique II), por iniciativa própria promoveu o desenvolvimento dos povoados da região com a abertura de uma nova estrada que cruzava as terras de sua família. A antiga estrada de Parelheiros (atual Av. Sadamu Inoue), que ligava a vila de Embu-Guaçu até a vila de São José, de onde se podia partir para Rio Bonito e Santo Amaro.

Heinrich(Henrique II) construiu sua fazenda as margens do Rio Embu Guaçu, juntamente com uma moderna serraria para transformar a madeira extraída da região. A serraria era abastecida por energia elétrica, gerada por uma roda d'água construída por ele mesmo. Na obra de Friedrich Sommer (1945, p. 308), onde encontramos também valiosos relatos sobre os primeiros habitantes de Santo Amaro, este local é ilustrado. O autor escreve sobre os Schunck: “Os Schunck, família grande e importante, possuem uma enorme propriedade. No bairro Cipó ou São João da Boa Vista em Santo Amaro, encontra-se a fazenda de Henrique Schunck, com uma moderna Serraria e iluminação elétrica.”

Seu filho primogênito Henrique Schunck (Henrique III),casou-se com Maria André Klaus e nos arredores da serraria de seu pai fundou o povoado de Cipó-Guaçu. Logo, outras famílias como Rocumback, Roschel, Klein, Mentone e Freire; se estabeleceram em Cipó-Guaçu, iniciando o seu crescimento.

Na época os rios eram muito utilizados para escoar mercadorias. A madeira extraída da região, por exemplo, era levada pelos rios e pela represa de Guarapiranga até Santo Amaro. As canoas serviam para os moradores transportarem alimentos, principalmente pelo rio Embu Guaçu, servindo de ligação entre o povoado do Cipó e o povoado de Embu-Guaçu, distante alguns quilômetros.

Henrique Schunck (Henrique III), nasceu no dia 30/08/1852 no antigo município de Santo Amaro. Ele faleceu 17/12/1930 em Parelheiros e foi enterrado no Cemitério de Parelheiros. Atualmente no centro do Distrito de Cipó-Guaçu, bem próximo onde ficava a antiga serraria, está localizada a Praça Henrique Schunck, que leva esse nome em homenagem ao seu fundador. Nesta praça está localizada a Igreja de São Sebastião, padroeiro do distrito.

Em 03 de março de 1990, Cipó-Guaçu foi elevado a Distrito pela lei nº 768, fazendo parte do município de Embu-Guaçu. Movimentos de emancipação de Cipó-Guaçu foram cogitados no passado mas sem sucesso.

Economia
A economia é baseada na agricultura e fortemente no comércio local, que é movimentado muito em função da população local empregada na capital paulista, já que a região tem baixa oferta de trabalho.

Ocupação
Atualmente a região do Distrito de Cipó-Guaçu é composta por uma área central de vocação comercial e população de classe média. Grandes áreas rurais mais afastadas com agricultura, belas áreas de Mata Atlântica remanescente e sítios de veraneio. Por fim, áreas de ocupação mais recentes em torno do centro, constituída basicamente de população de classe baixa, entrando-se em um alarmante processo de favelização. Isto se dá, decorrente principalmente de ocupações irregulares e o baixo suporte do governo local a região.
 

Central de Negócios

Para ter mais informações sobre este imóvel ligue:

D.MASSULO Corretor de Imóveis
Rua Roraima, 110
Cidade Dutra - São Paulo - SP
(11) 5939-7727 (11) 98637-8658 tim (11) 95762-2368 oi. 
atendimento@tmnegociosimobiliarios.com.br

Acesse nossa Política de Privacidade

Mais Informações

icone-whatsapp 1
Entrar em contato

 Rua Roraima, 110, Cidade Dutra São Paulo SP

 11 5939-7727 | 11 95762-2368

 E-mail: atendimento@tmnegociosimobiliarios.com.br

www.tmnegociosimobiliarios.com.br © 2021. Todos os direitos reservados.

Site para Imobiliarias
Site para Imobiliarias

Esse site utiliza cookies para garantir a melhor experiência e personalização de conteúdo. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade.